No Pará, mais de 70% das vítimas de estupro têm menos de 14 anos

Redação Por: Redação

Foco Novidades

Publicado em 04/11/2020 15:00h

No Pará, mais de 70% das vítimas de estupro têm menos de 14 anos

Foto reprodução: Google 

Mulheres são vítimas frequentes de violência sexual. O Brasil registrou um caso de estupro a cada oito minutos, no ano passado, segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. No Pará, os registros de estupro caíram 28% no primeiro semestre de 2020, em relação ao mesmo período do ano passado (quando foram feitas 1.774 ocorrências).

A estatística revela que houve 1.311 ocorrências este ano. Mais de 70% das vítimas dos crimes foram menores de 14 anos de idade ou pessoas que não oferecem resistência ao estupro.

Em muitos casos, o inimigo vive dentro de casa. A cultura do estupro no Brasil escancara a perversidade dos casos. A jornalista Ana Paula Araújo, da TV Globo, ouviu relatos chocantes pelo país, e acompanhou o drama de meninas, na ilha do Marajó. Os casos viraram um livro que afirma que é preciso investir na educação das crianças para que os meninos cresçam respeitando a vontade da mulher.

Mas a culpa é sempre do agressor. Muitas mulheres têm dificuldade para se reconhecer como vítima. A vergonha de ser julgada e o medo das ameaças silenciam mulheres, que não se sentem amparadas para denunciar e pedir ajuda. A subnotificação dos casos mantém criminosos à solta.

 

Com informações: G1 Pará 

Comentários

Deixe seu comentário abaixo sobre esta notícia:

É Notícia Caeté - Portal de Notícias